6 Maneiras de melhorar a experiência do usuário no seu site

Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Apenas colocar uma página no ar não é, e provavelmente nunca foi, suficiente para fazer com que os usuários permaneçam por algum tempo visitando suas páginas e sabendo mais sobre o que você tem a oferecer. Por isso nos últimos anos a experiência do usuário ganhou tanta força, e deve seguir como um dos principais desafios de quem coloca um site no ar, seja ele institucional ou pessoal.

Qual é a diferença entre UI e UX?

Antes de mais nada, para falarmos sobre experiência do usuário e de que maneira é possível fazer com que ela seja mais interessante e satisfatória, é preciso saber diferenciar UI Design e UX Design.

Esses termos estão em alta ultimamente, e entender seus significados pode ajudar muito a entender que tipo de melhoria o seu site pode receber para melhorar a forma com que os usuários se relacionam com ele.

UI (User Interface)

UI, ou Interface do usuário, está ligada diretamente a forma com que o usuário vai interagir com um dispositivo, seja ele qual for.

Um exemplo bastante comum e que está presente no dia a dia de bilhões de pessoas em todo o mundo é o controle remoto. Afinal, é através desse dispositivo que você seleciona os canais que deseja assistir, o volume e dezenas de outras funções que um controle remoto pode ter.

Esse conceito é importante, por exemplo, na hora da criação do seu site, onde você precisa focar seus esforços em facilitar a navegação dos usuários e definir se as sessões do site serão exibidas em um menu do lado esquerdo ou na parte superior da página.

E acredite, um detalhe simples como esse pode fazer com que grande parte dos visitantes que chegam até a sua página saiam dela rapidamente.

UX (User Experience)

UX, ou Experiência do Usuário, por sua vez foca no comportamento dos usuários, procurando tornar a relação do usuário com o dispositivo a mais amigável possível.

Os UX Designers estudam e criam seus projetos com base nos comportamentos identificados de um determinado grupo de pessoas que forma o público de determinado produto ou serviço.

Grátis: Assine nossa Lista para Crescer seu Negócio em Mais de 99x

Entenda como Uber, Facebook, Linkedin, Dropbox, Apple e outras start-ups revolucionaram a aquisição de clientes e tiveram crescimento exponencial com efeitos virais. Receba e-mails personalizados 2x por semana. Basta clicar para se inscrever:

growth hacking vip

Veja a seguir algumas maneiras de melhorar a experiência do usuário no seu site muito mais positiva e impactante.

1. Site responsivo, sempre!

Cada vez mais as pessoas estão acessando sites através de seus smartphones e tablets, o que torna obrigatório que seu site seja responsivo.

Um site responsivo é aquele que se adapta ao dispositivo em que está sendo acessado, sempre prejudicar tanto a estética quanto o conteúdo do seu site.

Provavelmente você mesmo já se deparou com aqueles sites que, quando acessados pelo celular apresentam fontes impossíveis de se ler e páginas estranhas que não fazem nenhum sentido.

Hoje muitas plataformas de criação de sites disponibilizam seus templates responsivos.  Isso pode facilitar muito a vida de quem vai começar um negócio do zero, por exemplo.

Mas ainda assim é essencial testar o template escolhido para se certificar de que ele atende as suas necessidades, independente do seu site ser pessoal ou voltado para negócios.

2. Invista no visual da sua página

A primeira impressão é muito importante para que o usuário queira permanecer no seu site por mais tempo, então é preciso dedicar tempo e atenção no visual que o seu site vai ter.

Veja bem, não estamos dizendo para contratar uma grande agência para definir as cores que serão utilizadas no seu site, mas para não pensar apenas no conteúdo e deixar a parte estética de lado.

Nessa hora é preciso lembrar que menos é mais sempre, e que em uma pesquisa rápida pela internet você vai encontrar páginas de grandes empresas com layouts simples, mas muito bem montados, que atraem e mantém a atenção dos visitantes por mais tempo.

3. Tenha conteúdo relevante

O conteúdo que você vai disponibilizar na sua página nunca teve tanta importância.

Antes de preencher as páginas do seu site com informações técnicas ou ressaltando o quanto seu produto é bom, se coloque no lugar do usuário.

Que tipo de informações um visitante pode estar procurando quando chega ao seu site?

Se você trabalha com venda de pacotes de viagem, por exemplo, precisa entender se os usuários que chegam até o seu site estão procurando informações sobre seguros de viagem para a europa, por exemplo, ou quais os melhores destinos para viagem sem correr riscos.

Falar com os usuários sobre a importância de contratar um seguro de viagem pode não ser muito interessante num primeiro momento para quem está procurando o próximo destino das férias.

Por isso o conteúdo que você vai produzir precisa sempre responder dúvidas e resolver problemas específicos do seu público. Caso contrário o tempo de permanência do seu site vai ser extremamente baixo, assim como os demais números da sua página.

4. Utilize vídeos

É importante deixar claro para quem chega até a sua página qual é o seu objetivo, e utilizar vídeos pode ter um efeito mais positivo do que um texto, mesmo que muito bem escrito.

Isso pode ser feito tanto com vídeos de produtos demonstrando seu funcionamento quanto com conteúdos institucionais explicando sua missão, visão e valores.

O número de usuários que preferem consumir conteúdos em vídeo é enorme, então você pode usar essa preferência a seu favor, tornando seu site muito mais agradável de acordo com as características do seu público.

5. Incentive o engajamento

Se antigamente o público acabava se envolvendo muito pouco, ou nada, com campanhas publicitárias o que acontece hoje é completamente diferente.

Hoje as pessoas não perdem uma oportunidade de interagir com marcas e produtos, e sites e perfis de redes sociais são excelentes canais para essa finalidade.

Criar ações, como posts em redes sociais incentivando a interação dos usuários, assim como o compartilhamento desse conteúdo, ajuda a tornar a experiência do usuário muito mais interessante.

Isso pode fazer com que ele mesmo acabe se tornando um divulgador da sua marca.

6. Não foque apenas na venda

Esse é um erro que muitas empresas, de vários tamanhos e mercados diferentes cometem a todo momento. Pensar apenas em vender.

Se o seu site tem como objetivo vender qualquer tipo de produto ou serviço, é claro que é necessário buscar fazer vendas com cada vez mais frequência.

O problema é que nesses casos os usuários são tratados apenas como mais uma “carteira cheia”, o que prejudica a experiência como um todo.

Em vez disso, enxergar o usuário como alguém que está em busca de ajuda para resolver algum tipo de problema específico é uma das melhores maneiras de otimizar a experiência do usuário dentro do seu site.

E você faz isso quando se preocupa em entender e oferecer alternativas uteis que podem ajudá-lo, como por exemplo, com a produção de conteúdo onde em vez de destacar as qualidades do seu produto, você mostra alternativas para resolver o problema do seu público.

Inclusive empresas que dificilmente são lembradas como exemplo de experiência aos usuários, como o escritório Fauth & Sarandy Advogados. Eles oferecem logo na página inicial a possibilidade de contato através do Whatsapp.

Isso torna o atendimento muito mais humano e próximo dos usuários, e pode ser determinante para conseguir novos clientes.

Quando o usuário percebe que você está realmente oferecendo maneiras de ajudá-lo, as chances de que ele venha a se tornar seu cliente são muito maiores.

Conclusão

Como você viu, é possível melhorar a experiência do usuário no seu de diversas maneiras, que juntas criam um ambiente muito mais atrativo e interessante, fazendo com que os usuários passem muito mais tempo no seu site.

Porém antes de começar a colocar em prática qualquer uma dessas dicas é fundamental que você entenda o que significam os termos UX e UI, que estão totalmente ligados ao objetivo de proporcionar aos usuários a melhor experiência.

Entendendo esses conceitos e colocando em prática o que foi dito nesse artigo muito mais usuários que chegarem ao seu site terão uma experiência muito mais satisfatória.

Comunidade Growth Hacking VIP

Receba 2x por semana um novo growth hacking de empresas como Facebook, Uber, Dropbox, Snapchat e muitas outras startups disruptivas:

growth hacking vip


Alguns artigos que você também pode gostar:

Receba conteúdos, lançamentos e exclusividades da Marfin!

Ou compartilhe com um colega, familiar ou amigo agora mesmo: 

Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Entre

Qual plataforma você gostaria de acessar? 

Ainda não tem uma conta?
Clique aqui para criar uma para a sua empresa ou se você é um profissional digital clique aqui.

Salve R$500

Aprenda a desenvolver sites, páginas de vendas, landing pages e blogs com Elementor