Growth Hacking para Ecommerce: Como Fazer para Aumentar as Vendas

Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Parece que o growth hacking é o maior hype do marketing atual. E com o crescimento das lojas virtuais, o growth hacking para ecommerce cresce junto com esse hype.

E por um bom motivo. É a mentalidade e a metodologia usadas pelas famosas startups do Vale do Silício para alcançar um crescimento fenomenal.

Mas agora o growth hacking é algo que os profissionais de marketing em todo o mundo estão tentando entender e usar para desenvolver seus próprios negócios.

Então, o que exatamente é o growth hacking?

Ainda é um termo novo para muitos e pode ser facilmente confundido com marketing tradicional.

Mas há algumas diferenças importantes que diferenciam o growth hacking dos esforços tradicionais de marketing. E a compreensão de como adotar uma mentalidade de crescimento pode ajudá-lo a descobrir novas oportunidades para gerar mais tráfego, vendas e, mais importante, manter clientes comprando da sua empresa.

Mas, antes de nos aprofundarmos sobre como fazer isso, vamos dar um passo para trás e estabelecer uma definição funcional do que o growth hacking realmente é.

Inscreva-se no Curso Gratuito de Estratégia de Marketing

Comece hoje mesmo nosso curso gratuito com 10 Aulas Inéditas para criar uma Estratégia de Marketing Matadora:

Curso de marketing grátis

O que é Growth Hacking?

O growth hacking tem tudo a ver com formas criativas e inteligentes de usar seu produto, ou outra tecnologia e conteúdo, para atrair mais usuários ou clientes. Portanto, tudo com o objetivo de alcançar um crescimento escalável e sustentável.

Normalmente, as estratégias de growth hacking são inspiradas em dados e análises. A criatividade é necessária para descobrir como usar esses dados para obter mais clientes.

Em outras palavras, criar “hacks de crescimento”.

Para ajudar a esclarecer este conceito, aqui estão algumas definições de algumas pessoas inteligentes na internet:

Um growth hacker é uma pessoa cujo verdadeiro norte é o crescimento. Tudo o que eles fazem é examinado pelo seu impacto potencial no crescimento escalável. – Sean Ellis

Growth hacking não é o melhor termo, mas descreve um novo processo para adquirir e engajar usuários combinando marketing tradicional e habilidades analíticas com habilidades de desenvolvimento de produtos. – Josh Elman

Os growth hackers utilizam o pensamento analítico, a engenharia de produto e a criatividade para aumentar significativamente a(s) métrica(s) principal(is) da empresa. – Gagan Biyani

Um growth hacker encontra uma estratégia dentro dos parâmetros de um método escalável e repetível de crescimento, impulsionado por produto e inspirado por dados. – Aaron Ginn

É a idéia de que um empreendedor pode adotar uma abordagem inteligente ou não tradicional para aumentar a taxa de crescimento/adoção de seu produto, “hackeando” algo especificamente para propósitos de crescimento. – Andy Johns

Growth hacking é só: CONSIGA USUÁRIOS! – Gary Vaynerchuk

Como usar o growth hacking na minha estratégia de marketing?

Tradicionalmente, o growth hacking tem sido aplicado a startups de software e serviços online, como forma de ajudá-los a obter mais usuários. Porém não há motivo para que uma mentalidade de growth hacker não seja adaptada ao ecommerce. Por exemplo, para ajudar a gerar mais vendas para sua loja online.

Aqui estão três perguntas para ajudar a orientar sua estratégia de growth hacking para ecommerce e fazer sua criatividade fluir.

Como você pode usar sua loja online como meio primário de compartilhar a sua loja online?

Mesmo que isso possa parecer um pouco confuso, o que realmente estamos perguntando aqui é como você pode criar formas de a sua loja online gerar automaticamente tráfego para si mesma?

Em outras palavras, você quer procurar oportunidades para melhorar o compartilhamento em seu site, no processo de compra e em seus próprios produtos.

Um exemplo clássico de uma empresa que fez isso de forma brilhante é o Dropbox. Para ajudá-los em sua estratégia de crescimento, eles trouxeram Sean Ellis (citado acima).

Sean sabia que precisava ter mais usuários do Dropbox e fez isso incentivando as pessoas a compartilhar o serviço com seus amigos e seguidores em troca de armazenamento extra gratuito.

O resultado foi um crescimento rápido que se construiu com mais e mais pessoas usando o serviço.

Então, como você pode fazer algo semelhante com o seu site de ecommerce?

Tente pensar em todos os pontos de interação que alguém tem com sua empresa. Agora, pergunte a si mesmo se há uma maneira de inserir um mecanismo de compartilhamento.

Por exemplo, você pode adicionar um link aos seus recibos de pedidos e e-mails de confirmação.

Então, isso leva os clientes a uma página em seu site que ofereça um incentivo se eles compartilharem sua loja com seus amigos e seguidores.

Esse incentivo pode ser um código de desconto ou um brinde na próxima compra.

Serviços como o Pay With a Tweet permitem que você adicione um botão de ‘compartilhamento viral’. Ele bloqueia o acesso ao incentivo até que o usuário compartilhe sua loja (ou produto) com seus seguidores no Twitter ou amigos do Facebook.

Outra opção é adicionar mecanismos de compartilhamento aos seus próprios produtos. Por exemplo, imagine que quando você compra um pacote de cartões de visita, ele inclui um pequeno cartão de “passe a frente” que você pode dar a um amigo para que ele possa receber um desconto no primeiro pedido.

Também pode incluir um jogo de palavras para tornar o cartão de compartilhamento mais interessante e pegajoso.

Associar esses incentivos de compartilhamento à experiência de compra pode gerar mais tráfego e vendas para sua loja, se isso for feito corretamente.

Onde estão seus potenciais clientes e como você pode alcançá-los?

Seja online ou offline, agora mesmo há um lugar em que seus clientes em potencial estão se reunindo.

Descobrir uma maneira de explorar esses lugares com tecnologia ou por outros meios poderia permitir que você gerasse uma tonelada de tráfego para seu site.

Na verdade, a AirBnB conseguiu sua primeira grande atração usando essa exata estratégia  de growth hacking:

Eles criaram seus próprios softwares que automaticamente publicaram novas listas da AirBnB para o Craigslist. O Craigslist publica todos os links contidos de volta para as postagens originais no AirBnB.

Indo para onde seu público-alvo estava se reunindo, a AirBnB foi capaz de direcionar cargas de tráfego para seu site. E então divulgar seus serviços para usuários em potencial.

Como você pode adaptar essa tática ao seu negócio?

Pense em onde seus clientes em potencial estão reunindo online. Em seguida, tente pensar em maneiras criativas (e idealmente automatizadas) para alcançá-los.

Contudo, abordagens mais avançadas (e obscuras) como a criação de scrapers de e-mail e software de publicação automática podem exigir habilidades de codificação que o proprietário médio de uma loja online provavelmente não possui.

Mas, se você está confortável com a ética desses tipos de estratégias, você sempre pode usar serviços como a Workana para encontrar alguém para criar hacks e scripts relativamente baratos para você.

Mas se essa não é sua praia, não se preocupe. Há muitas outras maneiras criativas que você pode explorar em lugares onde seu público-alvo fica.

Outros exemplos

A Dodocase é uma empresa que produz capas fantásticas para iPad. Além disso, é um ótimo exemplo de uma loja online que usou a abordagem de growth hacking para ecommerce. Mesmo antes de estarem prontas para lançar seu produto.

Quando a primeira edição do iPad foi lançada, eles contrataram equipes de rua via Craigslist para distribuir cartões postais com códigos de cupom individuais. Então divulgavam para as pessoas que esperavam na fila nas lojas da Apple nas principais cidades.

Aqui está um trecho explicando a estratégia e entrevista que o fundador da Dodocase, Patrick Buckley, deu ao Mixergy:

“Nós fomos no Craigslist e encontramos pessoas em diferentes cidades para basicamente ir às lojas da Apple e distribuí-las. Nós demos a todos um código para que pudéssemos rastrear quem vendeu o que e nós lhes demos uma comissão sobre o que eles poderiam vender.

Então, eles só recebiam pelos pedidos que podiam gerar. Então, havia muito pouco risco para nós. Conseguimos reunir estudantes universitários e pessoas entusiasmadas e enérgicas sobre um novo produto da Apple.

Então eles saíram e eles evangelizaram nosso produto antes mesmo de termos qualquer produto. Nós fizemos basicamente dois casos nesse ponto. E isso se tornou uma bola de neve. Acho que gastamos cerca de US$ 500 em marketing e é isso.”

Qual Conteúdo ou Tecnologia da “Estratégia de Atração” Grátis Você Pode Criar?

Esta estratégia é toda sobre a criação de ferramentas de alta qualidade, recursos e conteúdo que tem valor independente. Que leva as pessoas a visitar o seu site e os incentiva a comprar seus produtos de uma maneira que não está no radar.

Em outras palavras, dando algo de graça e vendendo algo relacionado.

A Moz é um excelente exemplo de uma empresa que utiliza ferramentas gratuitas como forma de atrair pessoas para o seu site. Então, consegue obter exposição para as suas ferramentas de SEO pagas e premium.

O Neil Patel também faz isso frequentemente. E essa é uma de suas armas de marketing mais poderosas

Para usar um exemplo anterior, a AirBnB fez um ótimo trabalho com conteúdo. Criando guias de vizinhança realmente atraentes para tentar se conectar com pessoas que ainda estão na fase de pesquisa de seu planejamento de viagens. E que talvez ainda não tenham decidido onde vão ficar ainda.

Falando em ecommerce, a Luxy Hair comercializou seus produtos de extensão de cabelo, criando tutoriais em vídeo de alto valor que oferecem dicas de estilo de cabelo.

Então, seu canal do YouTube acumulou mais de um milhão de inscritos e mais de 150 milhões de visualizações no total.

Que tipos de recursos você pode criar para o seu público atrair pessoas para seu site e expandir seus negócios?

Conclusão

No final das contas, aplicar uma mentalidade de growth hacking para ecommerce ou negócio online é ser um pouco confuso e criativo. Portanto, comece com seus dados existentes, veja o que está funcionando e o que não está e tente descobrir maneiras inteligentes de “hackear” o crescimento.

Por fim, se você tem alguma idéia ou sugestão, ou já experimentou algumas dessas estratégias, por favor, compartilhe nos comentários.

Curso Gratuito para Alavancar seus Resultados de Marketing em 9.360%

Comece hoje mesmo nosso curso gratuito com 10 Aulas Inéditas para criar uma Estratégia de Marketing Matadora:

Curso de marketing grátis


Alguns artigos que você também pode gostar:

Receba conteúdos, lançamentos e exclusividades da Marfin!

Ou compartilhe com um colega, familiar ou amigo agora mesmo: 

Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Entre

Qual plataforma você gostaria de acessar? 

Ainda não tem uma conta?
Clique aqui para criar uma para a sua empresa ou se você é um profissional digital clique aqui.