Video marketing: seu guia completo para 2021

Bruna Rossato
Bruna Rossato

O video marketing deve ser um compromisso obrigatório para qualquer negócio, não importa o tamanho. Este artigo irá delinear tudo o que você precisa saber sobre marketing de vídeo e te mostrar as 15 maiores tendências para 2021.

Há muitas razões pelas quais você deve usar o vídeo marketing. 

O fato do conteúdo em vídeo ser um império gigante no digital é uma delas. Isto pode não ser surpreendente considerando que este é um dos primeiros tipos de conteúdo produzido para cinema e televisão na década de 1920.

Quer vender? 84% das pessoas afirmam que foram convencidas a comprar um produto ou serviço assistindo ao vídeo de uma marca. Dados da Wyzowl.

Quer engajar? Um estudo da Buzzsumo descobriu que vídeos no Facebook geraram 8x mais ações do que mensagens de texto ou fotos em 2017. Imagina em 2021.

Todos nós sabemos que o YouTube é o segundo maior mecanismo de busca na internet. E as pessoas assistem cerca de 18 horas de vídeo por semana!

O marketing de vídeo se tornou um ponto de partida para os marketeiros modernos. Então, se você ainda não está usando esse formato, então é hora de começar. 

No entanto, a dúvida que fica é, com tantas escolhas disponíveis, como saber qual plataforma funcionará melhor para o seu negócio? 

Te contamos abaixo todo o bê à bá da coisa. Antes de mais nada, vamos pelo básico:

O que é video marketing?

O marketing de vídeo é uma das formas de levar conteúdo promocional ou não aos consumidores, através do formato de vídeo. 

Ou seja, é uma estratégia fundamental para o marketing atualmente por ser de fácil consumo e muito mais atraente para os usuários do que os textos, como mostram os dados.

Por que você deve usar video marketing?

Quando questionados sobre como gostariam de saber mais sobre um produto ou serviço, 69% dos consumidores disseram que preferiam assistir a um pequeno vídeo, esses também são dados da Wyzowl.

É fato, as pessoas consomem muito mais conteúdo audiovisual do que em texto.

Nesse cenário, os vídeos se tornaram um pilar para consolidar o reconhecimento da marca. Além disso, oferece a oportunidade aos clientes de interagir com seu produto ou serviço ao vivo – fazendo-os sentir como se fizessem parte de algo maior.

Quais são os tipos de vídeo para marketing?

O formato de vídeo pode ser aproveitado com diferentes abordagens. Selecionamos alguns tipos de vídeo para marketing que você deve considerar incluir em sua estratégia.

#1 Vídeos animados

Os vídeos animados nada mais são do que vídeos em formato de animação e, portanto, são mais adequados para histórias ou para o desenvolvimento de um mundo mais imaginativo.

Nesses casos, os personagens e suas emoções podem ser projetados de uma forma que não seria possível com fotografia.

Veja um exemplo produzido pela Marfin Studios:

#2 Vídeos explicativos ou de demonstração

O objetivo de um vídeo explicativo é ajudar seus espectadores a entender o que você faz e porque eles devem comprá-lo. 

Estes tipos de vídeos geralmente apresentam informações em frases curtas, divididas em pequenos pedaços de informação. Também é possível fazer um vídeo de demonstração animado, por que não?

Veja um exemplo de demonstração da nossa Plataforma Business:

#3 Transmissão ao vivo

A pandemia de COVID-19 reafirmou o quanto os vídeos vieram para ficar. As transmissões ao vivo se tornaram uma febre em 2020 por serem nossa única forma de criar conexões durante o isolamento social.

Dito isso, as pessoas querem ainda mais se conectar com outras em tempo real e fazer perguntas à medida que elas podem ser respondidas também em tempo real. Isso cria uma conexão direta entre os usuários.

Plataformas de vídeo como Facebook Live e YouTube já permitem que você tenha uma conversa com seus telespectadores durante o vídeo, semelhante à forma como as pessoas falam nas mídias sociais. Desfrute disso!

#4 Nugget-vídeos

O formato de vídeo “nugget” consiste em extrair um trecho de um conteúdo em vídeo originalmente maior, contendo apenas a essência do conteúdo que você quer compartilhar. Essa abordagem é perfeita para aproveitar um único conteúdo da melhor maneira. 

Isto é, eu poderia, por exemplo, gravar um vídeo lendo este texto e depois criar inúmeros nuggets com trechos mais marcantes de cada tópico. 

Ou, ainda, fazer um webinar gratuito, gravá-lo e depois utilizar trechos como nugget-videos.

Um profissional que obteve muito sucesso no Instagram com esse tipo de vídeo é o Gary Vee. Dá uma olhada no perfil dele:

#5 Vídeos DIY

“Do It Yourself” ou “faça você mesmo” é uma tendência antiga em muitas indústrias diferentes para consumidores que preferem soluções rápidas e fáceis para seus problemas sem nenhuma ajuda de um especialista.

Dessa forma, pode ser utilizado de inúmeras formas, especialmente para ajudar sua persona a avançar em sua jornada de compra e aumentar o reconhecimento de marca.

#6 Vídeos interativos

Os vídeos interativos levam a conexão entre você e seus telespectadores a um nível totalmente novo.

Nesse sentido, com vídeos interativos, você pode fazer perguntas aos usuários ou fazer com que eles votem em diferentes cenários.

Portanto, é como se fosse uma solução “alternativa” às transmissões ao vivo, que exigem mais disponibilidade em tempo real de todas as partes envolvidas.

#7 Videos institucionais

Clássicos, mas não descartáveis, os bons e velhos conteúdos institucionais ainda funcionam muito bem. No caso dos vídeos, as empresas tem a oportunidade de inovar na hora de mostrar o lado de trás das cortinas.

É, também, uma oportunidade para as empresas fazerem marketing de fundo de funil, apresentando a forma como conquistaram seus cases de sucesso. Dito isso, vídeos institucionais são a solução perfeita para convencer seu cliente, conforme dizem os dados.

Veja um exemplo também produzido pela Marfin Studios:

#8 Vídeos gráficos

Os vídeos gráficos são animados e em geral buscam apresentar Reports, dados de pesquisa e tendências. Eles podem ser usados para expressar novos conceitos ou, sobretudo, dar uma visão geral de um tópico complexo. Além disso, esses vídeos são facilmente compartilhados em redes sociais.

#9 Vídeos “cara-a-cara”

Esses são os vídeos mais comuns do Youtube, chamados vlogs. São vídeos em que o interlocutor fala com sua audiência através da câmera e o vídeo é editado posteriormente. Esse tipo de vídeo pode ser usado em todos os canais de distribuição de conteúdo, para qualquer objetivo. Eventualmente você se verá obrigado a fazer um vídeo nesse formato para garantir sua competitividade no mercado.

Como usar video marketing na minha estratégia de marketing?

Agora que falamos sobre os tipos de vídeo, veja como você pode usar o marketing de vídeo com qualquer orçamento ou com certa criatividade.

E também como tudo depende do esforço dedicado para organizar tudo.

Veja como usar o vídeo marketing na prática no seu negócio sem quebrar a empresa ou sacrificar a qualidade.

#1 Vídeos em social media

Os vídeos não promovidos nas redes sociais, seja para feed ou para stories, são uma ótima forma de criar conexão e tirar proveito dessa tendência.

Dito isso, considerando os tipos de vídeo que citamos antes, veja algumas ideias de marketing de vídeo nas redes sociais:

  • Vídeo demonstração no Feed mostrando seu cuidadoso processo de manuseio dos produtos antes de enviar;
  • Stories de vídeo animado para divulgar um novo conteúdo ou evento;
  • Vídeo do processo de produção do seu produto, aumentando a confiabilidade da marca;
  • Vídeo de gráfico animado para apresentar um estudo de caso ou Report.

Dessa forma, uma conexão cara a cara com seu público é uma maneira segura de aumentar a confiabilidade e engajar os telespectadores. Você não precisa de equipamentos caros ou de membros extras na equipe. Desde que você tenha acesso a uma boa iluminação (e possivelmente um tripé), você está pronto para o sucesso.

#2 Vídeo de vendas

Use os vídeos de vendas em diferentes canais de distribuição (página de vendas, sites, redes sociais etc.)

Esse modelo consiste em um formato focado totalmente em vender um produto, portanto segue um roteiro pautado em copywriting e gatilhos mentais de neuromarketing.

Nas redes sociais, os vídeos de vendas têm geralmente 30-60 segundos de duração. Enquanto nos sites e no Youtube, você tem liberdade para fazer vídeos maiores.

#3 Webinários, cursos e eventos

Você pode não apenas promover eventos que acontecem por meio de vídeo, como divulgar eventos presenciais com vídeos. Além disso, os infoprodutos de cursos são uma tendência enorme nos últimos anos no Brasil, você deve saber muito bem disso.

O crescimento da onda de cursos online acompanhou a ascensão dos vídeos, e isso explica porque você pode facilmente incluir webinars, cursos e eventos com vídeo em sua estratégia para aumentar seu engajamento.

#3 Anúncios em formato de vídeo

Se tem uma forma de melhorar seus resultados com mídias pagas, é usar vídeo. E isso não quer dizer que você deve deixar o texto de lado, copywriting ainda é o coração do marketing digital. Em outras palavras, o que muda é o formato.

#4 Comece pequeno

Você não precisa e nem deve investir em uma super produção audiovisual para adentrar o marketing de vídeo se sua empresa está começando. Tampouco se sua empresa já tem anos de mercado, mas pouco orçamento para marketing. 

Garanta que tudo seja previamente organizado para que não passe por apertos e correria depois.

Se você vai fazer a produção com o que já tem em mãos, garanta que está utilizando o melhor celular ou câmera para gravar.

Garanta também uma boa iluminação e improvise um tripé se você não tiver um. 

E, acima de tudo, se garanta no conteúdo e na edição. 

Se você tem orçamento, mesmo que pouco, para investir em video marketing recomendo que faça isso o quanto antes. 

E por falar em orçamento e edição…

Como adicionar o video marketing ao orçamento da empresa?

Tudo parece muito ideal e perfeito no planejamento, mas na hora de encaixar a execução e o orçamento no dia a dia, pode ser que surjam dificuldades.

Por isso, é importante que você tenha boas noções de como adicionar o video marketing ao orçamento da empresa. Veja como fazer isso em 2 etapas:

#1 Análise do orçamento de marketing como um todo

Primeiramente, descubra quanto dinheiro é gasto em marketing a cada ano. Isto é, tenha de forma clara o orçamento de marketing em mãos. Além disso, você também deve ter uma estratégia implementada para aproveitar ao máximo seu orçamento, e isso significa marketing em vídeo.

#2 Definição de necessidades

Em segundo lugar, pare para refletir nas maiores necessidades que você terá na hora da produção independente. Você também pode fazer uma Matriz SWOT para definir essas necessidades.

As mais comuns são:

  • Não saber editar;
  • Ferramentas de edição gratuitas são limitadas;
  • Não ter câmera que filme em boa resolução;
  • Timidez nos vídeos cara-a-cara;
  • Locações ruins;
  • Indisponibilidade do time;
  • Vídeo tremido ou com pouco foco.

Em terceiro lugar, busque soluções práticas para esses problemas até que você chegue apenas a um ou dois itens de necessidade para produção de vídeo. Se suas necessidades forem na edição, foque em direcionar o orçamento nisso. Se suas necessidades forem a timidez, procure parcerias ou mesmo desenvolva sua confiança com técnicas e treino.

Por isso, direcione o orçamento disponível de forma ultra segmentada para uma necessidade específica, para que as demais demandas possam ser supridas pela equipe de marketing.

5 apps de edição para iniciar

Já que falamos tanto de como criar vídeos sem orçamento, aqui vai uma lista de apps de edição, com suas limitações conforme planos e opções de trial.

  1. Ferramentas de edição do Instagram Reels
  2. Movie Maker 10 do Windows 
  3. Wondershare Filmora
  4. OpenShot 
  5. VideoPad

E se eu tiver um bom orçamento para video marketing?

Nesse caso, recomendo fortemente que contrate serviços de produção audiovisual sob demanda. E te explico o porque através de uma simples lista:

  • Você não terá que prospectar freelancers de audiovisual;
  • Não será preciso fazer orçamento e negociação com os profissionais terceirizados;
  • Você, obviamente, não terá que fazer nada a não ser solicitar o que precisa e aguardar a produção para aprovar ou solicitar ajustes;
  • Em empresas como a Marfin, você tem a garantia total de direitos autorais dos vídeos produzidos, podendo fazer a terceirização de forma sigilosa; 
  • Você pode contar com o apoio de profissionais especializados para produzir vídeos de alta qualidade sem pagar preços exorbitantes como na contratação fidelizada com agências;

15 Estatísticas chocantes de vídeo no marketing digital em 2021

Compilamos algumas das mais atuais tendências de marketing de vídeo considerando 2020 e 2021. Portanto, use e abuse desses dados para criar conteúdo (com referência, ein!) e, principalmente, para começar a criar vídeos de uma vez por todas!

  1. Primeiramente, 84% das pessoas afirmam que foram convencidas a comprar um produto ou serviço assistindo ao vídeo de uma marca.
  2. 78% dos profissionais de marketing de vídeo afirmam que o vídeo ajudou diretamente a aumentar as vendas.
  3. O número de negócios que utiliza vídeo como ferramenta de marketing aumentou em 41% desde 2016
  4. Os tipos de vídeos mais comuns são os explicativos/demo (73%), de social media (67%), vídeos de apresentação/lançamento (51%), vídeos de vendas (41%) e vídeos de anúncios (41%).
  5. Além disso, O número de marketeiros que usam vídeos só aumenta desde 2015, quando era 78%. Agora, em 2021, 93% dos profissionais afirmam que vídeos são fundamentais
  6. Apesar de o cenário de pandemia de COVID-19, apenas 40% dos profissionais de marketing afirmaram que tiveram seus planos com vídeo completamente afetados pela pandemia.
  7. Ainda nesse contexto, 7 em cada 10 profissionais afirmam que aumentarão o orçamento para video marketing em 2021, enquanto os outros 3 afirmam que irão reduzir
  8. 24% dos profissionais de marketing de vídeo afirmam ter usado vídeo como ferramenta pela primeira vez em 2020
  9. Dentre estes, 51% disseram que isso ocorreu porque se tornou mais fácil gravar vídeos em casa
  10. 44% dos profissionais afirmaram que em 2020 se tornou mais acessível de terceirizar ou criar
  11. 86% dos video marketers afirmaram que os vídeos aumentaram o tráfego em seus sites
  12. 83% deles também afirmaram que os vídeos ajudaram a aumentar a taxa de renção no site numa média de 2%
  13. 84% dos profissionais afirmaram que o video marketing os ajudou a gerar leads
  14. 78% dos video marketers afirmaram também que os vídeos ajudaram diretamente a aumentar as vendas
  15. 43% dos marketeiros afirmaram que o uso de vídeo reduziu o número de abertura de chamadas de suporte que recebem

Fontes dos dados: Video Marketing Statistics 2021 by Wyzowl


Compartilhe:

Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Serviços de marketing digital sob demanda

Panfleto ou Flyer Impresso
R$99,00
Entrega em até 7 dias*
Projeto Range 3
R$890,00
Entrega em até 30 dias*

Entrar

Qual plataforma você gostaria de acessar? 

Ainda não tem uma conta?
Clique aqui para criar uma para a sua empresa ou se você é um profissional digital clique aqui.

Registre-se

Criar uma conta é simples. Primeiro: qual dessas opções define melhor seu perfil?

Se você já possui uma conta clique aqui para fazer login de empresa e agência; ou se você é um profissional digital clique aqui.