Marketing de Afiliados: O que é e Como Começar nesse Mercado

marketing de afiliados - marfin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O Marketing de afiliados é uma estratégia de marketing digital que consiste em adquirir habilidades de venda pela internet e se afiliar a diversos produtos digitais ou físicos. O afiliado é um revendedor associado de um produto que precisa apenas divulgar e vender em troca de comissões.

Antes de mais nada, é necessário pontuar algumas coisas importantes antes de prosseguir nesse conteúdo.

É comum encontrar na internet conteúdos falando sobre afiliados como se essa fosse a única forma de se fazer marketing digital.

O marketing digital não é o marketing de afiliados. O marketing de afiliados está inserido no marketing digital, assim como o marketing de conteúdo, marketing de buscas e outros.

Portanto, se você quer realmente dominar o marketing digital, precisa ir além de apenas saber como ser um afiliado de produtos.

Deixando isso claro, neste conteúdo vamos abordar tudo o que você precisa saber para usar a estratégia de afiliação para seu negócio ou carreira.

O que é um afiliado?

Um afiliado, como mencionamos anteriormente, é um revendedor associado a um ou mais produtos.

Ele tem habilidades de venda e de marketing e por isso promove produtos seja na internet ou em qualquer outro lugar.

Logo, para ser um afiliado, você precisa desenvolver essas habilidades únicas.

Como um parceiro da empresa ou do empreendedor que desenvolve o produto, você precisa complementar as habilidades dele. Nem todo inventor ou produtor é bom em marketing e vendas.

Por isso, você apoia essas empresas e empreendedores promovendo os seus produtos e ganhando uma comissão na venda deles.

Se você é uma empresa, tudo o que você precisa fazer é criar um programa de afiliados, organizando uma parceria tecnicamente e economicamente viável para seu negócio.

Como funciona um programa de afiliados?

Para criar um sistema que contenha afiliação de produtos por parte de afiliados, é preciso entender como esse universo funciona. Quem são os atores nesse ecossistema e o papel de cada um.

Produtor e infoprodutor

O produtor é quem produz o produto ou serviço. Muitas vezes ele pode ser uma empresa ou apenas um empreendedor individual.

A responsabilidade dele é de criar e gerir o negócio, criando produtos, precificando e garantindo a satisfação dos clientes.

Infoprodutor é todo produtor que cria produtos baseados em informação (infoprodutos). Por exemplo, um curso online.

Um infoproduto tem como principal característica a escalabilidade, pelo fato de poder ser multiplicado inúmeras vezes por ser digital.

Por isso, a grande maioria dos produtos que você vai encontrar no universo de afiliados serão infoprodutos.

O produtor deve definir a comissão que o afiliado ganha por venda, bem como montar um programa atrativo com benefícios diferenciados para incentivar cada vez mais afiliados a se afiliarem aos seus produtos.

Portanto, não é incomum infoprodutores oferecerem 50% de comissão por venda ou mais.

Afiliado

O afiliado é alguém que conhecer muito de marketing e vendas e que não necessariamente deseja criar produtos e gerir negócios.

Geralmente, é uma pessoa física que deseja fazer renda extra ou até mesmo viver como afiliado de produtos na internet.

A responsabilidade do afiliado é de promover e vender os produtos e serviços dos quais se afiliou.

Portanto, ele não tem partido no atendimento a clientes ou na entrega do produto ou serviço.

Ele também não se responsabiliza pela qualidade do produto ou serviço. Por isso, é importante ter cautela na escolha do produto ou serviço que você vai promover como afiliado.

Por parte dos produtores, estes não devem exigir nenhum tipo de partido dos afiliados com relação ao produto.

Comprador ou Cliente

O comprador é quem vem vai consumir o produto divulgado pelo afiliado.

Muitas vezes, ele é apresentado ao produto ou serviço por meio do afiliado e passa a conhecer o produtor depois.

O papel do cliente é garantir que esteja comprando um produto de qualidade e fornecer feedback aos produtores quanto a isso.

Como cliente, você não pode responsabilizar o afiliado pela qualidade do produto vendido, mas pode usá-lo como ponte para transferir esse feedback ao produtor.

Por isso, mais uma vez, o afiliado precisa ter cautela na hora de montar sua carteira de produtos.

O que é marketing de afiliados?

Essa estratégia de marketing contém toda tática e técnica utilizada para promover os produtos e serviços de suas empresas parceiras como afiliado.

Ou seja, praticamente todas as habilidades que podem ser adquiridas no marketing em si.

Aqui, vamos focar em habilidades de marketing digital, que é onde acreditamos que você possa extrair o maior resultado.

Como fazer marketing de afiliados na internet?

Se você deseja ser um afiliado na internet, o primeiro passo é desenvolver habilidades de marketing digital.

SEO, Marketing de Conteúdo, Tráfego Pago, Marketing de Mídias Sociais, Marketing de Busca e outras estratégias podem ajudar na atração e conversão de novos clientes.

Por isso, vale pena estudar um pouco antes de começar.

Afinal, o produtor não é responsável pelo investimento que você fará para construir sua lista de leads ou contatos potenciais.

Você precisa garantir que as estratégias que você está utilizando traga ROI (retorno de investimento).

Táticas comuns de Marketing de Afiliados

Como a grande maioria dos produtos que trazem maior retorno podem vir de infoprodutos, ou seja, produtos baseados em informação, vale a pena focar em estratégias digitais.

Uma das melhores formas de garantir retornos contínuos dos produtos que promove é criando listas de contatos, sejam listas de e-mail ou de números do Whatsapp.

Contudo, vale a penas fazer uma comparação simples:

  • Das pessoas que você conhece, quantas trocaram de número de telefone nos últimos 3 anos?
  • E quantas trocaram de e-mail?

 

As chances são que a maioria das pessoas troquem de número em 1 ou 2 anos, enquanto trocam de e-mail a cada 10 anos em média.

Portanto, nossa dica é para que foque em criar uma sólida base de contatos por e-mail.

Saiba que tipo de pessoa atrair para sua base definindo a Persona

Antes de prospectar e sair divulgando o seu link de afiliado para qualquer pessoa que encontrar, pergunte-se:

  • Essa estratégia é efetiva?
  • Como eu posso ter maior conversão de clientes?

 

Com isso, você vai perceber que os produtos que promove não são para todo mundo.

Então, você precisa definir uma persona.

Uma Persona é um cliente fictício ideal para o produto que você promove.

Idealmente, os produtores já deveriam ter isso desenhado. Portanto, peça isso à eles.

Se eles não tiverem, sugira que criem.

A partir da persona, você pode canalizar sua comunicação com o perfil ideal de cliente e evita frustrações e desperdícios de investimento de tempo, dinheiro e energia.

Atraia contatos com anúncios

Use as informações que você possui sobre o produto e produtor para produzir iscas digitais.

Iscas digitais são conteúdos densos que resolvem um único problema específico daquela persona. Pode ser um ebook, uma planilha ou um infográfico, por exemplo.

O importante é que seja útil o bastante para que ela esteja disposta a trocar o contato dela por essa isca.

O nome “isca” vem de “fisgar” o visitante do seu anúncio ou site com esse conteúdo e conseguir o seu contato.

Você pode usar as plataforma de anúncio como o Facebook Ads ou Google Ads para divulgar essa isca e encontrar leads rapidamente para sua lista de contatos.

Use e-mail marketing e automações para nutrir o lead

Depois de fisgar o contato da sua persona, você precisa sutilmente apresentar o produto ou infoproduto para que ele compre.

Faça isso com uma série de conteúdos interessantes de informação para o seu lead, enviando e-mails para ele.

Você pode fazer isso com automações de marketing, que vão acelerar a nutrição desses contatos e ajudá-lo a criar uma máquina automática e previsível de vendas.

Usando o Whatsapp ou Telegram para nutrição

Além do e-mail marketing, você pode nutrir o seu lead com conteúdos informativos do seu produtor pelo Whatsapp ou Telegram.

Se o seu produtor parceiro for ativo, provavelmente ele constantemente produz conteúdos para atrair novos clientes. Por exemplo, textos de blog, podcasts ou vídeos no Youtube.

Use esses conteúdos para apoiar suas automações de marketing na nutrição desse contato.

Conceitos para validação de vendas no Marketing de afiliados

Agora que você compreendeu como utilizar táticas de marketing digital para afiliados, vamos aprender alguns conceitos importantes deste universo.

Para validar uma compra ou lead gerado através de um afiliado, o produtor pode utilizar critérios diferentes para confirmar que o lead ou venda veio daquele afiliado.

Comissão por último clique

Significa que dentro de um programa de afiliados com múltiplos afiliados, o parceiro que divulgou o link dele por último e que gerou a compra, é o que fica com a comissão.

Por exemplo, o Afiliado X divulgou um link de conteúdo do Produtor para um Comprador. Esse Comprador acessou o conteúdo e ficou “tagueado” como indicado do Afiliado X.

Porém, se o Afiliado Y, alguns dias depois divulgar o mesmo link ou outro link de conteúdo para o Comprador, e este conseguir convencer o Comprador a efetivamente fechar a compra, a comissão da venda vai para o Afiliado Y.

Ou seja, o Comprador foi tagueado tanto pelo Afiliado X como pelo Afiliado Y, mas o último link que o Comprador clicou antes de efetuar a compra é o que conta para a comissão.

Comissão por primeiro clique

Aqui nesse caso, é o contrário. O Afiliado que conseguiu o primeiro clique no conteúdo pelo Comprador é o que leva a comissão.

Ou seja, qualquer outro afiliado que consiga cliques para o conteúdo do produtor, mesmo que este convença o comprador a efetuar a compra, deixa a comissão para o primeiro afiliado.

A tática mais comum de bonificação é a Comissão por Último Clique. Isso porque na grande maioria das vezes é mais justo para o afiliado que efetivamente conseguiu a conversão.

Porém, se o produtor bonifica por leads gerados, a comissão por primeiro clique é a mais adequada.

Janela de comissão

Um programa de afiliados funciona através de um sistema de tags no site ou página do produtor. O afiliado possui um link de divulgação exclusivo, que quando o comprador clica nesse link, uma tag é adicionada no IP desse comprador.

Essa tag é chamada de Cookie pelos navegadores da internet.

Por padrão, os cookies duram 180 dias nos navegadores.

Isso significa que um comprador vai ficar com a tag daquele afiliado por 180 dias. Se ele comprar dentro dessa janela, o sistema identifica a tag e a comissão vai para o afiliado conforme a regra de comissão (último ou primeiro clique).

Mas, o produtor pode encurtar essa janela.

Isso é muito comum em programas de afiliação no varejo, onde as janelas são em média de 7 dias e em alguns casos, 1 ou 2 dias.

Plataformas para Marketing de Afiliados

Para garantir que você tenha sucesso em um programa de afiliados, seja você produtor ou afiliado, você precisa das ferramentas certas.

Por exemplo, você precisa garantir que o link de afiliado funcione e rastreie que a venda veio através desse link.

Além disso, cada produtor pode adotar uma regra diferente para validar a venda. Ou então, o produtor pode não apenas beneficiar e bonificar as vendas, mas também os leads gerados para o produtor.

Por isso, vamos conhecer algumas plataformas.

Amazon

Você pode ser um afiliado da Amazon e ganhar comissão por indicar qualquer produto lá dentro.

As comissões variam por tipo de produto ou categoria. E no geral, não são muito altos. Geralmente entre 4-7% por venda.

Mas, o benefício é que você pode contar com toda a credibilidade da Amazon e não precisa fazer grandes esforços para convencer o comprador.

Uma boa ideia é criar um site que funcione como uma vitrine de produtos, que você pode fazer curadoria e indicar para seus contatos.

Lomadee

A Lomadee é uma plataforma marketplace para afiliados e anunciantes.

Através dela você pode vender produtos de grandes varejistas como Ponto Frio, Nike.com, Americanas e outros.

Então, vale a pena se seu objetivo é vender produtos em geral.

Porém, trabalhando com varejo, as comissões são sempre baixas e você precisa ganhar no volume.

Hotmart

Uma das mais conhecidas plataformas aqui no Brasil e América Latina para infoprodutos.

Infoprodutos são atrativos por conta das altas comissões, chegando a 50-60% por venda por produtos de ticket alto (acima de R$ 2.000,00).

Por isso, é uma excelente oportunidade para qualquer afiliado.

O desafio é encontrar os produtos certos para vender, visto que muitos produtores ainda não possuem a credibilidade que as grandes empresas possuem.

Eduzz

A Eduzz é uma plataforma semelhante com a do Hotmart, que também possui área de membros para os produtores e outras funcionalidades.

Assim como na Hotmart, os afiliados precisam escolher bem a quais produtos se afiliar.

Monetizze

A Monetizze ficou conhecida por ser uma plataforma que aceita produtos físicos, e não apenas infoprodutos.

Por isso, lá você pode se afiliar a diversos produtos com boa rentabilidade como os encapsulados, que é um nicho de mercado que cresceu muito aqui no Brasil.

Conclusão sobre o Marketing de Afiliados

O marketing de afiliados é uma excelente estratégia para você trabalhar com marketing digital sem precisar criar nenhuma empresa ou produto.

E se você é uma empresa ou produtor, o programa de afiliados pode ser um ótimo canal de vendas, com diversos afiliados atuando como vendedores do seu negócio, o auxiliando a escalar.

 


Alguns conteúdos que você também pode gostar:

Gostou deste artigo?

Cadastre-se abaixo para receber muitos conteúdos gratuitos para avalancar a sua carreira ou a sua empresa!

Entre

Entre na sua conta clicando no botão conforme o seu tipo de perfil. Você é…